De acordo com a comunicação da Revolut, este ano (2020) não tem de declarar o IBAN da sua conta bancária.

Comunicado da Revolut

“A Revolut nasceu para lhe facilitar a vida e para garantir maior controlo das suas finanças.

Por isso, e dado o período em que estamos, para que não tenha dúvidas, gostávamos de informar que em 2020, ao preencher a declaração de Rendimentos referente a 2019, não tem de declarar o IBAN da conta Revolut.

Segundo esclareceu a Autoridade Tributária e Aduaneira, não tendo a Revolut operado enquanto instituição de crédito/banco em 2019, as respetivas contas são consideradas contas de pagamento e, como tal, os contribuintes detentores das mesmas não estarão obrigados a declará-las no Anexo J da Declaração Modelo 3 do IRS.

Contudo, não se esqueça: se investiu através da nossa plataforma de Trading, e recebeu mais-valias da venda de títulos ou dividendos, deverá comunicá-los na declaração de rendimentos.

Estes lucros poderão estar sujeitos a tributação de acordo com as regras de impostos nacionais, sendo da sua responsabilidade compreender a forma como tem de os declarar e efetuar o respetivo pagamento de impostos.

A entrega do IRS em 2020, referente aos rendimentos de 2019, é feita até 30 de junho de 2020, independentemente da categoria de rendimentos do contribuinte.

Este lembrete não dispensa a consulta das disposições legais em vigor ou de obter mais informações junto da Autoridade Tributária e Aduaneira ou junto do contabilista.

Adicionalmente, e embora o suporte da Revolut não preste esclarecimentos relativamente a questões fiscais, está sempre à disposição para qualquer outro tipo de ajuda relativa à Revolut que precise.

A equipa Revolut”

 

Tem dúvidas? Fale connosco!